Concrete Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Construções sustentáveis com o BIM

Construções sustentáveis com o BIM.jpg
Investir nas construções sustentáveis é uma prática importante e o BIM pode ajudar em diversos aspectos.

Considerando que a construção civil é uma das maiores responsáveis pelo aumento do consumo de recursos naturais e dos impactos causados ao meio ambiente, encontrar alternativas inteligentes, como o BIM, é uma forma para minimizar esses impactos.

Assim, investir nas construções sustentáveis é uma prática importante. Afinal, elas se preocupam com a preservação do meio ambiente e com a saúde de todos os seres vivos. 

Para explicar um pouco mais sobre o assunto, entrevistamos o especialista em BIM do Sienge, Eduardo Sampaio e a ecodesigner e diretora comercial na Equilíbrio (Arquitetura Sustentável), Rita Kattoua. Vamos lá?

Qual é a importância das construções sustentáveis?

“As novas formas de morar surgem com as mudanças de comportamento, com o crescente interesse de propostas conectadas com a natureza. Assim, passamos a compreender a importância e que é possível se reinventar e edificar com uma arquitetura de ponta e atemporal, com respeito ao meio ambiente”, destaca Rita Kattoua.

Além disso, Eduardo Sampaio reforça que a construção civil corresponde a uma parcela muito significativa dos impactos negativos causados ao meio ambiente. Para ele, “Construir de forma sustentável é garantir qualidade do ambiente para a geração atual e às futuras”.

Como o BIM contribui para construções sustentáveis? 

O BIM pode ajudar em diversos aspectos quando o assunto é construções sustentáveis, como:

  • validar projetos sustentáveis com a sua contribuição para a obtenção de uma certificação verde com análises de desempenho energético e emissão de dióxido de carbono (CO₂);
  • possibilitar uma compreensão melhor do empreendimento em todo seu ciclo de vida;
  • conseguir soluções harmônicas, práticas, seguras e mais econômicas;
  • proporcionar condições de realização de projetos que interajam com seu contexto ecológico, evoluir com ele e promover a redução do impacto ambiental;
  • valorizar hábitos e práticas sustentáveis;
  • melhorar a eficiência e qualidade da construção civil;
  • promover um melhor aproveitamento das ferramentas e dos elementos construtivos;
  • propor mais eficiência nas novas formas de construção para preservar o meio ambiente.

Quais são os parâmetros do BIM para a sustentabilidade?

“O BIM deve estar presente em todo o ciclo de vida de um empreendimento, desde a concepção até a operação e, posteriormente, na fase de demolição para reutilização. Assim, podemos ter parâmetros globais de análise de formas de construção e sistemas de construção”, destaca Eduardo Sampaio.

“Através do uso do BIM, nós seremos capazes de sair de um sistema de documentação fragmentado e desinformado para aquele que tem base central e pode analisar, parametricamente, os dados do modelo quase instantaneamente”, complementa Eduardo Sampaio.

Rita Kattoua complementa argumentando que o BIM pode considerar propostas de espaços variáveis, flexíveis e mais eficientes. Afinal, em cada projeto é preciso definir e aplicar métricas de sustentabilidade. 

Dessa maneira, é possível fazer simulações inteligentes aplicadas nas mais diversas áreas, como energética, estrutural e acústica. 

Para ela, “Os envolvidos no projeto conseguem ter total percepção do resultado esperado. Isso permite um rígido controle sobre os custos do uso da edificação e os gastos com água e energia”. 

Assim, o sistema permite gerenciar todo o projeto com informações mais assertivas, desde o pré ao pós-construção.

Gostou de aprender mais sobre a relação do BIM com as construções sustentáveis? Se sim, confira o nosso vídeo sobre o que saber para aproveitar essa tecnologia?

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar