Concrete Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Paredes de concreto em edifícios altos

Paredes de concreto em edifícios altos (2).jpeg
As paredes de concreto são utilizadas desde 1980 no Brasil, sendo é uma tecnologia viável também para os edifícios maiores.

O uso das paredes de concreto em edifícios altos não é uma novidade no Brasil. Para se ter uma ideia, elas são utilizadas desde 1980, sendo definitivamente popularizadas com o programa Minha Casa Minha Vida. Portanto, saiba que elas são uma tecnologia viável também para os edifícios maiores.

Para falar um pouco mais sobre o assunto, entrevistamos dois especialistas nessa temática: Rubens Monge, coordenador do "Paredes de concreto", na ABCP, e Filipe Gaudenci, coordenador de desenvolvimento da RM MAIS.

Vamos lá? Boa leitura!

Como devem ser feitas as paredes de concreto em edifícios altos?

De acordo com Rubens Monge, os edifícios altos utilizam a mesma técnica construtiva utilizada para os edifícios baixos. Entretanto, uma das diferenças é que, nos edifícios altos, utilizam-se telas duplas no lugar de uma única tela na parede — a partir do 15º pavimento.

Para isso, Filipe Gaudenci ressalta que é essencial ter uma boa equipe técnica que esteja alinhada, desde a parte de projetos até a parte final da execução.

“Para um melhor desempenho, existe a necessidade de tipologias padrões onde é possível empregar a repetição de formas e metodologias de trabalho. Para conseguir resultado durante a obra, faz-se necessário uma organização do canteiro de obras diferente dos sistemas tradicionais, visando a praticidade para execução das etapas do sistema em parede de concreto”, reforça Gaudenci.

Quais são as vantagens das paredes de concreto para edifícios altos?

As principais vantagens das paredes de concreto para edifícios altos são:

  • promover mais velocidade de execução — o sistema tem alta produtividade, podendo ser 3 vezes mais rápido do que os sistemas convencionais; 
  • reduzir a mão de obra;
  • promover um maior controle da qualidade;
  • garantir mais agilidade para a obra;
  • proporcionar um melhor gerenciamento devido a padronização e redução de materiais na obra;
  • promover a industrialização do processo; 
  • garantir o cumprimento de prazos;
  • proporcionar um alto desempenho;
  • garantir baixo nível de deformações.
  • reduzir os desperdícios (há menos entulho);
  • garantir uma produção em escala;
  • eliminar ciclos executivos tradicionais (como execução de alvenarias, aplicação de revestimentos às fachadas e paredes internas).

As paredes de concreto realmente podem ser usadas em edifícios altos? 

Para ambos os entrevistados, sim, as paredes de concreto podem e já estão sendo usadas em edifícios altos.

Para Rubens Monge, “O sistema já é usado por construtoras em todo país para empreendimentos com mais de 20 andares há mais de 10 anos. O recorde nacional é um edifício de 50 andares. No mundo, o sistema é amplamente usado em mais de 100 países, tanto em casas térreas como sobrados, edifícios baixos e edifícios altos”.

Para isso, Gaudenci reforça que é essencial ter uma boa equipe, pois: “Para se obter resultado satisfatório com desempenho e custos, faz-se necessária uma boa equipe técnica, que irá alinhar todas as premissas importantes, desde a fase de projetos, até a fase executiva, visando sempre o melhor desempenho estrutural”.

Se você curtiu aprender mais sobre as paredes de concreto em edifícios altos, leia também: A evolução do concreto: novidades que podem impactar o setor.

25 de Agosto - 16h - evento virtual gratuito

Faça a sua inscrição para o Concrete Show Digital Series - Paredes de Concreto em prédios altos: a versalidade do uso de paredes de concreto moldados in loco como técnica a ser aplicada em edficícios altos. 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar