Concrete Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

O uso de pré-moldados em obras de infraestrutura

O uso de pré-moldados em obras de infraestrutura.jpg
A pré-fabricação em concreto para obras de infraestrutura diminui o prazo de execução, agrega mais qualidade e reduz custos. Saiba mais neste artigo!

O uso de pré-moldados faz parte da industrialização da construção. Com peças prontas, é possível aumentar a produtividade e ainda garantir qualidade e sustentabilidade para as obras.

Na grande maioria dos casos, os elementos pré-moldados chegam prontos aos locais onde serão aplicados. Em outras situações, eles podem ser confeccionados dentro do canteiro de obras.

Para que você possa entender melhor como funciona a utilização de pré-moldados em obras de infraestrutura, conversamos com Íria Doniak, Presidente-executiva da Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (Abcic).

Continue conosco e faça uma boa leitura!

Os benefícios dos pré-moldados em obras de infraestrutura

Conforme explica Íria Doniak, a realização de uma obra tornou-se muito mais rápida com a aplicação de elementos pré-moldados.

“A pré-fabricação em concreto tem como benefícios a redução significativa dos prazos de execução que chegam em até 50% em algumas situações”, afirma Íria.

Ela complementa a informação falando sobre a qualidade das obras que são entregues.

“Associada a tecnologia envolvida nos processos de produção e a execução dos elementos em ambiente controlado, que agregam maior qualidade em relação aos métodos convencionais de construção”, destaca.

Íria cita ainda mais vantagens. “Outros benefícios ganham relevância, especialmente no que diz respeito às ampliações, duplicações ou alterações de demanda, como o aumento da capacidade de carga comum em rodovias”.

O pré-moldado também deve ser escolhido por quem busca uma obra mais segura. “Tratam-se de obras que usualmente devem ser executadas sem que se interrompa o uso total pela população, gerando ainda maiores cuidados com segurança”, cita.

A redução dos impactos no tráfego, no número de acidentes, no tempo e nos custos com combustível também deve ser considerada. 

“Não apenas para promover um maior benefício ao empreendimento, mas também para a sociedade. Além da pós-execução com redução nos custos e tempo na execução da manutenção”, explica a entrevistada. 

Setores se beneficiam dos pré-moldados de concreto

As soluções pré-fabricadas de concreto são muito utilizadas em obras de infraestrutura, com destaque para a Engenharia de Transportes (infraestrutura viária e mobilidade urbana). 

“A Engenharia de Transportes engloba a aplicação em pontes, viadutos, túneis, pavimentos, praças de pedágio, barreiras sonoras, dormentes para linhas ferroviárias, estações de metrô, BRT (Bus Rapid Transport), aeroportos, portos e estaleiros, energia”, exemplifica a Presidente-executiva da Abcic.

Íria fala sobre o aumento do uso dos elementos pré-fabricados no Brasil, principalmente durante a construção dos estádios e vilas esportivas para a Copa do Mundo de 2014.

“Este uso tem crescido significativamente nos últimos anos, em especial pela grande visibilidade que as necessidades do país frente às demandas dos grandes eventos esportivos trouxeram”, afirma.

Conforme aponta Íria, os prazos para construção dos estádios e de todas as obras de infraestrutura para comportar evento de porte tão grande somente foram possíveis devido a utilização dos pré-moldados.

Exemplos de pré-moldados em obras de infraestrutura no Brasil

Íria Doniak cita alguns exemplos de obras de infraestrutura que foram ou estão sendo realizadas com o auxílio dos elementos pré-moldados.

A primeira obra lembrada por ela é o recente prolongamento da Rodovia Carvalho Pinto (SP-070) até o município de Taubaté, com a construção de três pontes (OAEs 1, 2 e 3).

“Como solução principal foram usadas estacas-pilares em concreto pré-fabricado centrifugadas com dupla função, atendendo a fundação e pilar com a mesma peça; vigas longarinas protendidas em pistas com protensão realizada por pré-tração e pré-lajes em concreto armado”, detalha Íria.

Além desta, ela cita uma obra realizada na área portuária de Maragogipe (BA), o Estaleiro Enseada do Paraguaçu. 

“Foi composta de pilares treliçados de 36 metros de altura e vigas treliçadas de concreto de até 42 metros de vão, com pós-tensão e elevada precisão dimensional”, explica.

A entrevistada complementa: “Foi necessário o desenvolvimento de uma fôrma diferenciada para pré-fabricar pilares treliçados e vigas treliçadas de concreto, com pós-tensão (vigas), grandes comprimentos e elevada precisão dimensional, além de desenvolver soluções para aumentar a estabilidade e tornar mais leves as vigas de ponte rolante submetidas a grandes cargas dinâmicas”.

Já no setor aeroportuário, Íria cita a obra de ampliação do Aeroporto Internacional de Brasília, atividade executada em duas etapas e que demandou um volume de 7.318 m³ de concreto.

“A escolha pelo sistema pré-fabricado para o empreendimento deu-se pela necessidade de garantir o prazo de execução da obra, controle de qualidade, rastreabilidade da estrutura e sustentabilidade com menor geração de resíduos”.

Para finalizar, Íria cita a construção da Torre Eólica pela WEG Energia como um marco de sustentabilidade por gerar energia através de fontes alternativas, como o sol e o vento.

“Construída com pré-fabricado de concreto, a torre possui 100 m² de área e 120 metros de altura, sustentando os equipamentos de geração – Nacelle, rotor e pás – de 2,1 MW”, finaliza a convidada.

Os pré-moldados são grandes aliados quando uma obra precisa ser finalizada em pouco tempo. E falando nisso, baixe gratuitamente nosso e-book Guia do cronograma de obras:

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro de Concrete Digital lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo revistas digitais, webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar