Concrete Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Roadmap para uma construção sustentável

Roadmap para uma construção sustentável.jpg
Entenda como o sistema de certificações LEED influencia a construção sustentável no Brasil.

Quando o assunto é construção sustentável, um tema diretamente relacionado é a certificação norte-americana Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), ou “Liderança em Energia e Projeto Ambiental''.

Ela é uma certificação aplicada internacionalmente e estabelece diversos critérios importantes relacionados à sustentabilidade

Assim, para conquistar essa certificação é preciso ter uma pontuação mínima de 40 pontos nas seguintes categorias: implantação sustentável; eficiência hídrica; energia e atmosfera; materiais e recursos; conforto ambiental; inovação e projeto; e crédito regional.

Para falar um pouco mais sobre a construção sustentável, entrevistamos a engenheira civil Rejane Saute Berezovsky (vice-coordenadora da Câmara de Inspeção Predial – IBAPE/SP) e o engenheiro eletricista Sergio Levin (coordenador da Câmara de Inspeção Predial – IBAPE/SP). 

Boa leitura!

Quais são os benefícios de ter uma construção sustentável?

Para Rejane Saute Berezovsky e Sergio Levin, existem diversos benefícios de investir em uma construção sustentável. Os principais são os cuidados com a natureza e com o planeta.

Além disso, enquadrar-se em uma construção sustentável tem um reconhecimento internacional. 

Dessa forma, há a valorização comercial dos empreendimentos e a estimulação de uma cultura baseada em resultados inteligentes e eficientes, assim como a popularização de práticas mais sustentáveis no mundo.

Quais são os principais desafios da construção sustentável no Brasil?

Os entrevistados relatam que o setor da construção civil é o que mais consome recursos. Para você ter uma ideia, mais de 40% da energia produzida é utilizada nos métodos construtivos.

Isso é prejudicial por diversos motivos. Dentre eles, “Contribui com mais de 30% da emissão de gases de efeito estufa, além de demandar grande quantidade de água”, destacam os especialistas.

No entanto, Berezovsky e Levin acreditam que esse desafio pode ser encarado como uma oportunidade. Afinal, é possível criar estratégias para o uso eficiente tanto da água quanto da energia, além, é claro, do controle da emissão de gases.

Além disso, eles destacam outro desafio: “Considerando que o sistema LEED foi desenvolvido para os países norte-americanos, é preciso considerar questões regionais específicas (como geografia, economia, política e cultura locais), o que representa um esforço adicional para as soluções sustentáveis”.

Como ter mais sustentabilidade nas obras?

Dentre os recursos sustentáveis, Berezovsky e Levin citam:

  • novos materiais que promovem a troca de calor com o ambiente, mantendo a temperatura interna e reduzindo o uso do ar condicionado;
  • utilização de energia solar durante e após a construção, por meio do aproveitamento da luz natural;
  • novos aditivos reduzem a utilização de água na construção civil e a emissão de CO₂ provocada pela produção do cimento;
  • projetos utilizando eletroeletrônicos de novas tecnologias e com mais economia;
  • inovações na arquitetura proporcionam integrações de espaços de forma inteligente e planejada, proporcionando qualidade de vida, segurança, conforto e economia;
  • tratamento da água utilizada em tanques, pias e chuveiros, permitindo o seu reuso.

Gostou de aprender mais sobre a construção sustentável? Se sim, aproveite e complemente o seu estudo conferindo também: sustentabilidade e inovação: questão de competitividade.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar