Concrete Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Fibras no concreto: benefícios e desvantagens

Fibras no concreto benefícios e desvantagens.jpeg
As fibras são adicionadas visando aumentar algumas características do concreto, como resistência aos esforços de tração.

Os primeiros relatos da utilização de fibras no concreto aconteceram em 1847, quando o inventor do ferro-cimento, Joseph Lambot, utilizou o material para elaborar um concreto mais resistente e com propriedades melhores. Com o passar do tempo, novos estudos e testes em cimento aconteceram. 

Podemos notar que houve um aumento grande da procura das fibras no concreto nas últimas décadas. Afinal, há a necessidade de melhorar algumas características, como resistência, trabalhabilidade, tenacidade, dentre outras propriedades do concreto.

Para explicar um pouco mais sobre as fibras no concreto, entrevistamos o engenheiro civil e mestrando em engenharia civil, Kennedy Queiros Pessoa. Vamos saber mais? Boa leitura!

O que são as fibras no concreto?

“As fibras no concreto são adições feitas na matriz cimentícia visando aumentar algumas características daquele concreto, como resistência aos esforços de tração — sendo denominado como Concreto Reforçado com Fibras [CRF]”, explica Kennedy Queiros Pessoa.

O engenheiro civil complementa que as fibras também podem ser utilizadas em estruturas já existentes, como uma maneira para garantir o reforço estrutural.

Dessa forma, há uma melhora significativa na resistência ao elemento estrutural em que foi utilizada. Nesse caso, a aplicação acontece na forma de adesivos colados no concreto.

Quando adicionar fibras ao concreto?

“As fibras surgiram como uma nova possibilidade tecnológica de reforço do concreto, seja na adição das fibras, na execução do elemento estrutural ou na execução de reforço estrutural para aumentar a resistência da estrutura frente a novos esforços”, explica Kennedy.

Dessa forma, a aplicação das fibras ao concreto acontece de forma bem mais simples do que a montagem e a instalação das armaduras convencionais. 

Afinal, a adição das fibras ao concreto acontece como qualquer outra matéria-prima — como o cimento e os agregados.

Quais os tipos de fibras adicionadas ao concreto?

Veja quais são os principais tipos de fibras que podem ser adicionadas ao concreto:

  • aço;
  • polipropileno;
  • carbono;
  • aramida;
  • vidro. 

Além disso, de acordo com Kennedy, “As fibras vegetais também são boas opções e estão sendo amplamente pesquisadas no meio científico”.

Quais são as normas regulatórias das fibras para adição em concreto?

Para utilizar as fibras de concreto, é preciso cumprir os critérios da ABNT NBR 6118:2014 Projeto de estruturas de concreto – Procedimento. 

Além disso, as normas brasileiras existentes para concretos com fibras são: 

  • ABNT NBR 16935:2021 Projeto de estruturas de concreto reforçado com fibras – Procedimento;
  • ABNT NBR 16938:2021 Concreto reforçado com fibras – Controle da qualidade;
  • ABNT NBR 16939:2021 Concreto reforçado com fibras – Determinação das resistências à fissuração e residuais à tração por duplo puncionamento – Método de ensaio;
  • ABNT NBR 16940:2021 Concreto reforçado com fibras – Determinação das resistências à tração na flexão (limite de proporcionalidade e resistências residuais) – Método de ensaio;
  • ABNT NBR 16941:2021 Fibras de vidro álcali-resistentes (AR) para concreto e argamassa – Requisitos e métodos de ensaio;
  • ABNT NBR 16942:2021 Fibras poliméricas para concreto – Requisitos e métodos de ensaio;
  • ABNT NBR 1553:2019 Fibras de aço para concreto – Requisitos e métodos de ensaio.

Quais são os benefícios das fibras no concreto?

Para o engenheiro civil Kennedy, “A premissa principal para a utilização de fibras no concreto está no aumento da ductilidade dele, de modo que reduza o surgimento de fissuras e diminua suas aberturas”.

Além disso, podemos citar como benefícios:

  • ganho de resistência à tração;
  • resistência à flexão;
  • alto desempenho;
  • resistência do concreto estrutural;
  • maior capacidade de deformação;
  • resistência ao fogo;
  • aumento na tenacidade do elemento e em sua resistência ao impacto;
  • redução da trabalhabilidade.

Quais são as desvantagens das fibras aditivas no concreto? 

A principal desvantagem das fibras aditivas no concreto é relacionada ao alto custo que algumas delas têm.

“Nem todos os tipos de fibra possuem módulo de elasticidade maior que o do concreto. Além disso, o uso de fibras no concreto não extingue o aparecimento de fissuras”, finaliza Kennedy.

Gostou de aprender mais sobre as fibras no concreto? Se sim, leia também: Concreto sem cimento: o que é e como funciona?

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar