Concrete Digital faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Construtechs: startups da construção civil e suas inovações

construtechs - startups da construção civil.jpg
Você sabe quais são os principais benefícios das construtechs? Entenda mais sobre as startups da construção civil neste artigo.

As startups da construção civil, também conhecidas como construtechs, estimulam a Transformação Digital no setor. Elas trazem inovação e criatividade, além de encontrarem soluções inteligentes para prever e resolver os problemas e as demandas da área. 

Atualmente, existem diversas empresas que oferecem soluções incríveis, trazendo, com isso, mais eficiência às obras em todas as suas etapas. Que tal entender esse assunto um pouco melhor? É só continuar a leitura deste artigo! 

Quais são os benefícios que as construtechs trazem para a construção civil?

As construtechs oferecem um olhar muito mais criativo para o segmento. Podemos notar que diversas empresas já utilizam recursos nos seus projetos — como industrialização e automação — com o objetivo de modernizar e potencializar as obras. 

Dessa maneira, podemos concluir que um dos principais benefícios que as construtechs trazem é a inovação na construção civil. Com elas, é possível conquistar dinamismo, a fim de atender às principais demandas mercadológicas. E as possibilidades são infinitas! 

Por exemplo, a Prospecta Obras é uma empresa de Big Data capaz de mapear obras em andamento. Usando um software de gestão e geolocalização, ela reúne todas as informações em um só lugar, de forma a serem facilmente acessadas pelos usuários. 

Com a ferramenta, fica mais fácil construir relações com clientes, proprietários e profissionais com projetos em andamento ou por iniciar. O algoritmo é capaz de mapear as quase 750 mil obras no Brasil e expande por meio de franquias. 

"Quando uma empresa de tecnologia olha para um setor, independentemente de qual seja ele, a intenção é sempre encontrar soluções para resolver problemas ou melhorar a qualidade. A consequência disso é mais agilidade", analisa Wanderson Leite, CEO da Prospecta Obras. 

O Hubic é outro exemplo bem interessante: ele se deu por um acordo entre a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) e a Universidade de São Paulo (USP) que prevê a concepção, a elaboração de projeto, a construção e a operação do primeiro espaço cooperativo de inovação e construção digital, com o objetivo de acelerar a indústria. 

Vanderley John, professor da USP e coordenador do Hubic, acredita que os benefícios são diversos, como melhorar a qualidade de vida, aumentar a produtividade e permitir que os colaboradores trabalhem com menor esforço físico e/ou riscos de acidentes. 

Outra grande vantagem que ele aponta é que as construtechs tornam a construção civil muito mais atrativa para os jovens, o que proporciona uma visão de futuro muito mais rica. 

Para ele, "as startups vão revolucionar a construção", principalmente por atraírem talentos que sejam apaixonados por encontrar soluções para o setor. 

Leia mais: Brasil acelera projetos para atrair investimentos 

Como as empresas inovadoras veem o avanço da Transformação Digital no segmento 

O setor da construção civil é enorme e só tende a crescer com a Transformação Digital. Afinal, ela possibilita que diversas soluções em grande escala sejam pensadas para todas as vertentes da área. 

"Ao mesmo tempo que isso é um desafio, por ser um setor que ainda é artesanal e se desenvolve em passos lentos, é uma enorme oportunidade para prosperar. Ainda há muito a ser solucionado", reflete Leite. 

"Estamos no início de uma revolução industrial e eu vejo esse avanço como inevitável. Assim, sabemos como ela começa, mas ainda não temos ideia sobre onde vai parar. Eu vejo tudo isso esperançosamente, pois essa revolução vai trazer uma vida melhor, uma indústria mais dinâmica e competitiva e talvez até mais lucrativa", diz John. 

Como os profissionais da área podem utilizar as construtechs para otimizar os seus trabalhos?

As construtechs podem contribuir de forma significativa para o trabalho no setor da construção civil — desde o canteiro de obras até o relacionamento com o cliente. 

"A tecnologia permite reduzir o desperdício de materiais, fazer orçamentos online, criar relacionamento com o consumidor e, por Big Data, saber o que o mercado da construção civil de determinada região precisa em termos de materiais", exemplifica Leite. 

Entretanto, muitas áreas ainda podem ser aperfeiçoadas para aproveitar o melhor da tecnologia. John afirma que é preciso ir além: as pessoas não podem esperar as construtechs resolverem os problemas de forma unilateral. 

Ele acredita que as construtechs serão empresas de mercado. Isso significa que o engenheiro de uma obra pode ter ideias inovadoras e criar a sua própria empresa. Ou que um estudante que esteja prestes a concluir a faculdade pode fundar uma startup e colaborar com o desenvolvimento do setor. 

"É preciso estimular que os engenheiros e demais profissionais desenvolvam habilidades criativas. É importante que eles saibam usar esse movimento das construtechs como uma oportunidade de construir uma solução inovadora, inclusive, a nível internacional. É preciso ser ousado e brilhante", afirma John. 

Quais são os impactos que as construtechs causam nas obras?

Existem diversos benefícios que as construtechs podem oferecer às obras, como: 

  • Ter um controle maior do processo; 
  • Acompanhar todas as etapas da obra; 
  • Reduzir o tempo de execução; 
  • Diminuir o desperdício de material; 
  • Trazer uma nova linguagem arquitetônica; 
  • Prever e resolver problemas com mais facilidade; 
  • Aumentar o número de informações relevantes; 
  • Criar um mapeamento inteligente. 

Leite cita um exemplo dos impactos que essas empresas trazem por meio das suas soluções:  

"Se tem um problema na parte hidráulica ou elétrica, você precisa quebrar boa parte da casa para descobrir onde ele está. Se é feito um mapeamento inteligente do projeto e você tem a informação sobre quais materiais foram utilizados, onde e como foram usados, fica mais fácil resolver e, assim, modernizar o setor", explica. 

Você gostou de aprender mais sobre as construtechs? Então, continue em nosso canal digital para conferir outras importantes informações do setor da construção civil. 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar